domingo, 31 de agosto de 2014

Cardeal Angelo Scola sobre as Aparições Marianas


D. Angelo Scola
Cardeal e Arcebispo de Milão








Maria Santíssima, as Aparições Marianas
e o “Fim do Tempo”


«A figura de Maria na historia do tempo da Igreja, que é tempo escatológico, fica, pois, como modelo de todo cristão, precisamente porque ela é ao mesmo tempo Mãe da Cabeça e de cada membro da Igreja. É uma mãe que não cessa de indicar aos seus filhos o centro que sustem tudo: o seu Filho, Jesus Cristo. Por isso quando as aparições de Maria parecem multiplicar-se, como nos nossos dias, tendo em conta o seu carácter de figura da Igreja e a sua continua intercessão materna, não provocam escândalo, senão que indicam que o tempo se acaba e urgem à conversão»[1].





[1] Angelo Scola, Identidad y diferencia. La relación hombre–mujer. Ediciones Encuentro, 1989, pp. 77-78



No hay comentarios:

Publicar un comentario