martes, 22 de diciembre de 2015

Mensagem de Nossa Senhora de El Escorial sobre o Misterio do Nascimento de Jesus Cristo (25.Dezembro.1984)

Nossa Senhora de El Escorial
Espanha, 1981-2002


Aparições de Jesus Cristo e Nossa Senhora
actualmente em estudo a cargo do Arcebispo de Madrid, Carlos Osoro.
Com o Culto Eucarístico autorizado, no lugar das Aparições.


 
O Profeta Isaías (765-681 a.C.) escreve sobre o nascimento do Messías, Nosso Senhor Jesus Cristo.
"O Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho e há de pôr-lhe o nome de Emanuel." (Is 7,14)



Nossa Senhora fala sobre o Mistério do Nascimento de Jesus Cristo

Mensagem de 23 de Dezembro de 1984


Nossa Senhora:
Minha filha, olha o Verbo humanado numas tristes palhas, num pobre estábulo, embrulhado com um simples pano.
Vais dizer a missão de cada Anjo.

Luz Amparo:
Quantos Anjos! Mas, e esses três?... Esse é S. Miguel. Onde vai?

Nossa Senhora:
Minha filha, vai descer à profundidade do Limbo. Vai avisar Joaquim, Ana, os Santos Patriarcas e todos os Profetas.
Olha quantos santos estão no Limbo!

Luz Amparo:
Ui! Ai! E quem é essa?... É a mãe da Virgem, esse é o pai. O que dizem ao Anjo?
Estão a dizer-lhe… Ah, que idiomas! O Anjo está a dizer-lhes que nasceu o Rei do Céu e da terra, que a sua filha lho tinha ali mandado para os informar.
Ana diz-lhe que leve a resposta à sua filha e chama a todos os que estão no Limbo e põem-se a cantar um hino de louvor para o Menino.
Mas, se não se vê os mortos! Ah, quantos mistérios! Estão todos de joelhos e a cantar um hino:
— "Glória ao Rei que nasceu encarnado numa donzela; humanado, como Rei dos Céus e da terra".
Todos… estão todos a cantar.
Que apertados se encontram aí! Isso parece um inferno.

Nossa Senhora:
Este Rei que nasceu, morrerá numa cruz para redimir o mundo. "Glória a Deus no Céu e na terra, paz aos homens que amam a Deus".

Luz Amparo:
Agora, há outro Anjo que vai por um caminho cheio de pedras. Há uma placa que tem 'Belém'; outra placa tem 'Damasco'; outra ainda 'Palestina'.
Vai por um caminho cheio de luz… Chega a uma casa que parece um palácio. Há um poço. Chama à porta. O Anjo pode chamar à porta? Pergunta se pode entrar?... Ah, um corpo celeste!...
Aparece uma mulher já idosa, com um lenço na cabeça que dá duas voltas e umas saias muito compridas.
Tem um menino nos braços que deve ter aí uns seis meses. Fala com o Anjo. Abre-lhe a porta. Aparece um jardim e, à esquerda, há um poço com um balde de tirar água. Esta mulher senta-se num pequeno banco de madeira e põe o menino sobre os seus joelhos. O Anjo diz-lhe que nasceu o Redentor, e que veio avisá-la por ordem de Maria. A mulher cai de joelhos. O menino, apesar de tão pequenino, também cai de joelhos. Mas, como pode ser isso?
Levantam o olhar para o céu e estão a dizer:
— “Bem-aventurado Aquele que mandará em todas as gerações”.
Diz a mulher ao Anjo:
— “Estou ao Vosso serviço, meu Senhor. Diz a Maria que não Se esqueça de nós, que estaremos sempre com Ela até à morte."
O Anjo diz-lhe:
— "Este Menino está muito pobre, nasceu num estábulo entre palhas".
Esta mulher vai a uma casa que parece um palácio. Pega em roupa e embrulha-a. Entre essa roupa há também roupa de bebé. Pega em dinheiro e põe-no entre a roupa e dá-a ao Anjo. Também há roupa de adulto. A mulher diz ao Anjo:
— "Entrega-o a Maria, para o Pequenino, para o Seu esposo e para Ela. É um tecido fino que o Rei dos Céus e da terra merece; não merece estar entre palhas".
Há outro Anjo. Esse Anjo atravessa um campo. Há muito gado, muitas ovelhas. Há muitos rapazes com peles sobre as costas. Aparece uma grande luz. Caem ao chão e gritam assustados:
— "Quem é? Quem vem aí?".
O Anjo diz-lhes:
— "Não tenhais medo. Sou o Anjo S. Gabriel. Venho anunciar-vos que nasceu o vosso Messias, que tanto esperáveis. Ide por este caminho e encontrareis num estábulo um Menino resplandecente. Aquele que virdes cheio de luz e entre palhas é Jesus. É Jesus, o Rei, o Salvador, o Rei, o Salvador, o Deus Omnipotente, o Filho de Deus Vivo. Ide adorá-l'O”.
Vão muitos dos que têm a pele sobre as costas. Levam varas e seguem por um caminho. Ah, quantos! Vão por outro caminho. Aparece uma grande luz. Essa luz é como uma flecha, que os guia até ao estábulo. Ajoelham-se e adoram o Menino.
Ah, como és grande! Voltam a cantar:
— "Glória a Deus no Céu, e ao homens, na terra, de boa vontade".
Ah, quantos Anjos! Ui, que coisas!
Ui! Noutra parte, há homens horríveis. Ui, que horror! Não se podem aproximar dali.
Aparece um Anjo e fogem. Esse é o da outra vez! Sim, é o demónio. Ui! Leva-os todos. Estão numa cova profunda. Fala Satanás, fala a todos dizendo:
— "Estai alerta, porque ainda não nasceu o Filho de Deus Vivo. Uma mulher deu à luz, mas não é a Mãe de Deus, porque nasceu num curral, entre palhas. E se Deus é Criador e rico, não vai permitir que o Seu Filho nasça num curral. Estai preparados, porque o tempo para que o Messias nasça já chegou. Falei com Herodes. Ai, que piada! E Herodes pensa que o Filho dessa donzela é mesmo o Messias. Mas o Messias não pode nascer no meio de toda aquela pobreza. É preciso continuar a procurar, a procurar em ricos palácios, porque o Rei do Céu nascerá num palácio. Estai preparados!".
Que horror. Põem-se todos em fila, saem dessa caverna e espalham-se por todo o lado. Ai, ai, que horror! Ai!...

Nossa Senhora:
Minha filha, adorai a Cristo. Adorai-O, porque adorando e meditando, e sendo humildes, Satanás não poderá aproximar-se.
Satanás não conseguia imaginar que Deus Redentor do mundo pudesse nascer numa cova. Foi tão grande a humildade dos Nossos Corações, que quisemos dar exemplo à Humanidade. Sim, Minha filha, por isso te peço que sejas humilde, muito humilde, pois com a humildade Lúcifer não poderá aproximar-se.
Minha filha, vistes a maiores maravilhas de Deus Criador.
Peço-vos, Meus filhos, que do mesmo modo que os Anjos foram levar a Boa-Nova do nascimento de Cristo, vós também vades anunciar o Evangelho por todos os lugares da terra.
Meus filhos, peço humildade, humildade; sede humildes, muito humildes.
Beija o chão, Minha filha, para que sejas humilde…
Com a humildade, Satanás não terá nenhum poder. Lúcifer tem poder sobre os soberbos, mas contra os humildes nada pode, Minha filha.
Meus filhos, não abandoneis a oração e o sacrifício.
E tu, Minha filha, refugia-te nos Nossos Corações. Refugia-te nesta Família. Esta Família é Sagrada…
Minha filha, pensa sempre na pobreza no presépio, e na humildade na Cruz.
Minha filha, vou revelar-te um segredo da tua infância. Só tu o poderás compreender.

Fala em idioma desconhecido.

Olha, Minha filha, como imitavas Jesus sem O conheceres, nascendo... já sabes; não te envergonhes.
Bem-aventurados os pobres, porque deles é o Reino dos Céus!
Minha filha, esta bênção também será especial. Abençoar-vos-ei a todos com uma bênção especial.
Abençoo-vos, Meus filhos, como o Pai vos abençoa por meio do Filho e com o Espírito Santo.
Adeus, Meus filhos, adeus.








Posição actual da Igreja sobre
as Aparições de Nossa Senhora em El Escorial

Para uma informação mais detalhada da posição actual a Igreja respeito das Aparições de Jesus e Nossa Senhora em El Escorial, a Luz Amparo Cuevas, ver a seguinte publicação neste mesmo blog:









SaveSave

sábado, 12 de diciembre de 2015

"Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Deus tudo dirige com mão firme." - Mensagem de Jesus, o Rei, à Anne, 17.Janeiro.2004

Revelações de Jesus e Nossa Senhora
a Anne, apóstola leiga
EUA, 2003-2004


Nihil Obstat e Imprimatur, a 12 de Novembro de 2013,
pelo Bispo de Kilmore, Leo O’Reilly





Mensagem de Jesus a 17 de Janeiro de 2004[i]

Jesus Cristo, o Rei:
“Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Deus tudo dirige com mão firme”.


«Os Meus irmãos e as Minhas irmãs devem ficar onde Eu os coloquei, com toda a calma e em atitude de total confiança. É através de vós que Eu regresso, pelo menos nesta fase inicial. Estais a ouvir as Minhas palavras, estais a fazer a experiência do Meu espírito dentro de vós, e estais a preparar-vos para ajudar o Céu. Isto é bom. Eu gostaria que fizésseis ainda outra coisa. Gostaria que começásseis a seguir-Me plenamente. Meus amados servos, Eu disse-vos que estou convosco. Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Se for mesmo acolhido por vós, Eu viverei dentro de vós. Mas também estou ao vosso lado. Eu estou em cada conversa quando alguém Me pede para participar. Quereis saber como Me agradar? Deixai que Eu fale através de vós. Deixai que Eu aja através de vós. Deixai que Eu ame através de vós. Reparastes nas mudanças que se produziram desde que começastes a seguir-Me com decisão. Reparastes que quando o mundo tenta afastar-vos da paz, Eu vos levo de volta à paz. Reparastes que é mais fácil amar aqueles que estão à vossa volta. Notastes mais paciência, mais alegria, e uma contemplação mais profunda do mundo da forma como Eu o vejo. Agora, pequeninas almas, quero que comeceis a praticar algo diferente. Quero que, com toda a calma e tranquilidade, Me façais estar presente em tudo o que fazeis, em tudo o que dizeis. Em cada momento de cada dia, compreendei que Eu, o Rei do Céu e da terra, estou a trabalhar por vosso intermédio. Reparais certamente que Eu uso muitas vezes a expressão «calma». Eu refiro-Me a calma e ao espírito da tranquilidade. Porque o faço? Porque, muitas vezes, os Meus filhos ficam excitados e isso não vem de Mim. Como ireis mudar por Eu trabalhar por vosso intermédio? Ficareis mais calmos, mais atentos; sorrireis mais e estareis menos carrancudos. Passareis por cima das faltas dos vossos irmãos e irmãs, tal como Eu faço convosco. Vou organizar as vossas prioridades para que as vossas prioridades sejam directamente influenciadas pelas Minhas prioridades. Minha alma bem amada, tenta por um momento imaginar um mundo cheio de almas como a tua. Isto vai acontecer. O Meu Pai quis que isto acontecesse e por isso vai acontecer, gradualmente ao princípio, e depois mais rapidamente. Tu, Minha alma que Eu tenho observado tão de perto, és parte deste processo. Tens um papel a desempenhar. Eu preciso de ti e tu és Minha. Não penses que te será difícil. Será a forma de estar mais natural, mais confortável e mais maravilhosa que alguma vez viveste. Os Meus verdadeiros discípulos, que adaptaram a sua vontade à Minha, já compreenderam este modo de estar e estão em paz. Tu também terás esta paz. Ficai agora na alegria, Meus queridos. Tudo está bem e Deus tudo dirige com mão firme».







Posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus a Anne

Cf. A primeira publicação das Mensagens de Jesus Cristo à Anne, aqui no “Apelos de Nossa Senhora”; depois da mensagem vem descrita a posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus, Nossa Senhora e os Santos, à Anne.









[i] Direction For Our Times, Volume 4 (Português), p. 27.

lunes, 30 de noviembre de 2015

As tres primeiras Aparições de Nossa Senhora em Prado Nuevo de El Escorial (1981)


Nossa Senhora de El Escorial
Espanha, 1981-2002


Aparições de Jesus Cristo e Nossa Senhora
actualmente em estudo a cargo do Arcebispo de Madrid, Carlos Osoro.
Com o Culto Eucarístico autorizado, no lugar das Aparições.






As primeiras três Aparições
em Prado Nuevo de El Escorial




“Venham de todo o mundo meditar na Paixão
do Meu Filho que está muito esquecida”
14 de Junho de 1981 — Festa da SS. Trindade

Neste dia, estavam no pequeno terreno que cultivavam - propriedade da Câmara do Escorial - Luz Amparo e vários membros da sua família. Depois do almoço, alguns decidiram regressar a casa, mas quatro do grupo inicial resolveram ir a uma quinta contígua chamada "Prado Novo" para lavarem a ferramenta que tinham utilizado, num tanque que recolhia água duma fonte, para dar de beber aos animais que aí pastavam. Aproximaram-se Luz Amparo, o seu marido Nicasio, o filho de ambos: Pedro, e Marcos, amigo da família. Uma vez junto ao tanque, Luz Amparo sentiu-se atraída por uma força misteriosa para um freixo situado a poucos metros. Em seguida, começaram a sentir um intenso perfume a rosas e a incenso, e a ver, com estranheza, uma espécie de nuvem branca algodoada, que surgia daquela árvore e se ia esfumando sobre a copa da mesma. Luz Amparo deteve-se junto desse freixo e caiu bruscamente de joelhos, ferindo-se de encontro a uma rocha. Permaneceu nesta postura, rígida e imóvel, cerca de meia hora. Nestas circunstâncias, e durante aquele período, viu aparecer a Santíssima Virgem sobre a nuvem, cuja figura se foi formando gradualmente até contemplá-l’A com uma beleza tão sublime que é impossível reproduzir humanamente. Trazia uma túnica granate, um manto negro que A cobria sem rodear a cabeça, que tinha um véu branco. Lágrimas silenciosas sulcavam a Sua face, que reflectia pena, sem deixar, apesar disso, de transmitir uma doçura infinita. Nesses instantes, foi-lhe comunicada a seguinte e transcendente mensagem.

Nossa Senhora: «Sou a Virgem Dolorosa. Quero que se construa neste lugar uma capela em honra do Meu nome. Que venham de todo o mundo meditar na Paixão do Meu Filho que está completamente esquecida. Se fizerem o que Eu digo, haverá curas; esta água curará.

Refere-Se à água que mana da fonte que ali se encontra.

Todo aquele que vier diariamente rezar o santo Terço será abençoado por Mim. Muitos serão marcados com uma cruz na fronte. Fazei penitência, fazei oração».





“Serei Eu Mesmo a mandar o Castigo
a toda a Humanidade tão ingrata”
6 de Junho de 1981

O Senhor: «A Humanidade não quer escutar as palavras da Minha Santíssima e Pura Mãe; Ela manifestou-Se em muitos lugares de Espanha, mas não crêem n’Ela. A Minha Mãe sofre muito por todos; está triste e chora por todos os pecadores e pede-Me continuamente que tenha piedade de todos, mas Eu respondi-Lhe: “E de Ti, Minha Mãe, quem tem piedade? Estão constantemente a blasfemar-Te, a caluniar-Te e a desprezar-Te?” A Minha Santa Mãe, com o manto de dor, quer redimir-vos a todos, em troca das Suas lágrimas e das Suas dores. Eu não posso ver sofrer assim a Minha Mãe; por isso, serei Eu Mesmo a mandar o Castigo a toda a Humanidade tão ingrata; mas diz-lhes que todos os que acreditarem, que não tenham medo, porque nenhum mal lhes acontecerá. Diz-lhes que perseverem na oração e se aproximem da Eucaristia, pois Eu estarei aí para ajudá-los a perseverar e a dar-lhes forças para amarem muito a esta Mãe tão boa.
Peço-vos que não a façais sofrer. Crede n’Ela, que Ela vos abrirá as portas do Céu, e que tire esse manto de Dolorosa e coloque o manto branco. Com a vossa oração e com a vossa penitência pedi muito pelos que não crêem, pois o tempo do Castigo está muito próximo; os tempos são muito graves. Diz a todos que rezem muito o santo Terço, para que seja aplacada a ira de Deus Pai. Os que estiverem com Deus e a Santíssima Virgem que não tenham medo, mas para todos os que não quiserem estar  na graça de Deus, será horrível».





“Fazei penitência e oração”
28 de Julho de 1981

Nossa Senhora: «Minha filha, diz a todos que, se não escutarem o que lhes digo, haverá um Castigo no mundo como jamais se viu, e antes que em nenhum outro sítio, será em Espanha.
Diz-lhes que se aproximem da Eucaristia, que rezem o santo Terço todos os dias com muita devoção; que comunguem nas primeiras sextas-feiras de cada mês, pois todos os que o fizerem com devoção salvar-se-ão. Rezai pelos sacerdotes e religiosos, pois o Meu Filho leva uma cruz muito pesada por todos os que não cumprem os seus deveres para com Deus. Ajudai-O a libertar-Se da cruz que leva constantemente. Rezai pelos incrédulos. O Castigo está muito próximo; diz-lhes que Me escutem, pois Eu quero que todos se salvem; amo-os a todos e o Meu Coração sangra de dor por todos eles. Fazei penitência e oração».







Posição actual da Igreja sobre
as Aparições de Nossa Senhora em El Escorial

Para uma informação mais detalhada da posição actual a Igreja respeito das Aparições de Jesus e Nossa Senhora em El Escorial, a Luz Amparo Cuevas, ver a seguinte publicação neste mesmo blog:








miércoles, 18 de noviembre de 2015

"O processo do Meu Regresso começou." - Mensagem de Jesus, o Rei, à Anne, 16.Janeiro.2004

Revelações de Jesus e Nossa Senhora
a Anne, apóstola leiga
EUA, 2003-2004


Nihil Obstat e Imprimatur, a 12 de Novembro de 2013,
pelo Bispo de Kilmore, Leo O’Reilly

 
image credits: www.fullofeyes.com


Mensagem de Jesus a 16 de Janeiro de 2004[i]

Jesus Cristo, o Rei: “O processo do Meu regresso começou”.


«Meus irmãos e Minhas irmãs, mando-vos estas palavras para estardes preparados para o Meu regresso. É com grande alegria que venho agora ter convosco. Eu vi a dor neste mundo, e é para Mim grande consolação saber que vou aliviar esta dor e trazer paz e alegria de volta aos corações e aos lares. Podeis imaginar a aflição que Eu senti ao ver as almas vaguearem num mundo sem amor? A maior parte das almas não conseguia entender que só tinham de pedir a companhia divina e que essa companhia as aguardava. A maior parte das almas não conseguia entender que as outras almas, suas companheiras no mundo, padeciam de uma forma de doença espiritual que se espalhava como um horrível contágio por todo o mundo. Sentiam que não eram amadas porque não tinham capacidade de ser amadas, quando, na realidade, aqueles que eram colocados nas suas vidas para as amar estavam igualmente a sofrer. Esta situação intensificou-se até ao ponto de os pais começarem a amar-se mais a eles próprios do que aos seus próprios filhos. Estas crianças cresceram até à idade adulta sem auto-estima nem exemplo. Eles não eram, sequer, capazes de ser pais dos seus próprios filhos. O vosso Jesus sofreu com tudo isto, estando sempre disponível para assistir cada um e todos os que se lembrassem de que o Médico Celestial poderia ajudar. Que alívio Eu sentia quando uma alma em desespero se voltava para Mim e pedia ajuda. Eu derramava todas as graças sobre esta alma e, quando os seus entes queridos aceitavam as Minhas graças, Eu derramava todas as Minhas graças sobre eles. Quando os entes queridos dessa alma não aceitavam as Minhas graças, Eu consolava o Meu discípulo fiel até que aqueles entes queridos estivessem prontos a aceitar a Minha ajuda. Não vos enganeis, Meus queridos, o vosso Jesus não ficou parado enquanto o vosso mundo esteve a sofrer. Eu implorei ao mundo por todos os meios possíveis. O mundo rejeitou-Me. Isto aconteceu no passado, como vos disse, mas não com uma tal intensidade. E foi por esta razão que o Céu optou por agir de uma maneira sem paralelo. O processo do Meu regresso começou. Vós sois as avenidas através das quais estas graças serão derramadas. Abri-Me os vossos corações agora, pequenas almas do Reino. Olhai com espanto e admiração como o Meu Espírito é derramado através de vós. Não precisais de fazer nada de excepcional, tendes unicamente de estar abertos à Minha vontade. Eu farei tudo. Quando sentirdes pressão, é porque estais a tentar fazer o Meu trabalho no Meu lugar. Quem poderia fazer o trabalho de Deus? Certamente não uma pequena alma que está em processo de aprendizagem para a perfeição num mundo imperfeito. Deixa-Me trabalhar através de ti. Deixa-Me amar-te e ajudar-te, enquanto faço na tua alma as mudanças necessárias que Me permitirão passar através de ti sem quaisquer obstáculos. Tudo está bem, Meus amados filhos. Não tendes de vos preocupar com nada».



Posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus a Anne

Cf. A primeira publicação das Mensagens de Jesus Cristo à Anne, aqui no “Apelos de Nossa Senhora”; depois da mensagem vem descrita a posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus, Nossa Senhora e os Santos, à Anne.









[i] Direction For Our Times, Volume 4 (Português), p. 27.