martes, 22 de diciembre de 2015

Mensagem de Nossa Senhora de El Escorial sobre o Misterio do Nascimento de Jesus Cristo (25.Dezembro.1984)

Nossa Senhora de El Escorial
Espanha, 1981-2002


Aparições de Jesus Cristo e Nossa Senhora
actualmente em estudo a cargo do Arcebispo de Madrid, Carlos Osoro.
Com o Culto Eucarístico autorizado, no lugar das Aparições.


 
O Profeta Isaías (765-681 a.C.) escreve sobre o nascimento do Messías, Nosso Senhor Jesus Cristo.
"O Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho e há de pôr-lhe o nome de Emanuel." (Is 7,14)



Nossa Senhora fala sobre o Mistério do Nascimento de Jesus Cristo

Mensagem de 23 de Dezembro de 1984


Nossa Senhora:
Minha filha, olha o Verbo humanado numas tristes palhas, num pobre estábulo, embrulhado com um simples pano.
Vais dizer a missão de cada Anjo.

Luz Amparo:
Quantos Anjos! Mas, e esses três?... Esse é S. Miguel. Onde vai?

Nossa Senhora:
Minha filha, vai descer à profundidade do Limbo. Vai avisar Joaquim, Ana, os Santos Patriarcas e todos os Profetas.
Olha quantos santos estão no Limbo!

Luz Amparo:
Ui! Ai! E quem é essa?... É a mãe da Virgem, esse é o pai. O que dizem ao Anjo?
Estão a dizer-lhe… Ah, que idiomas! O Anjo está a dizer-lhes que nasceu o Rei do Céu e da terra, que a sua filha lho tinha ali mandado para os informar.
Ana diz-lhe que leve a resposta à sua filha e chama a todos os que estão no Limbo e põem-se a cantar um hino de louvor para o Menino.
Mas, se não se vê os mortos! Ah, quantos mistérios! Estão todos de joelhos e a cantar um hino:
— "Glória ao Rei que nasceu encarnado numa donzela; humanado, como Rei dos Céus e da terra".
Todos… estão todos a cantar.
Que apertados se encontram aí! Isso parece um inferno.

Nossa Senhora:
Este Rei que nasceu, morrerá numa cruz para redimir o mundo. "Glória a Deus no Céu e na terra, paz aos homens que amam a Deus".

Luz Amparo:
Agora, há outro Anjo que vai por um caminho cheio de pedras. Há uma placa que tem 'Belém'; outra placa tem 'Damasco'; outra ainda 'Palestina'.
Vai por um caminho cheio de luz… Chega a uma casa que parece um palácio. Há um poço. Chama à porta. O Anjo pode chamar à porta? Pergunta se pode entrar?... Ah, um corpo celeste!...
Aparece uma mulher já idosa, com um lenço na cabeça que dá duas voltas e umas saias muito compridas.
Tem um menino nos braços que deve ter aí uns seis meses. Fala com o Anjo. Abre-lhe a porta. Aparece um jardim e, à esquerda, há um poço com um balde de tirar água. Esta mulher senta-se num pequeno banco de madeira e põe o menino sobre os seus joelhos. O Anjo diz-lhe que nasceu o Redentor, e que veio avisá-la por ordem de Maria. A mulher cai de joelhos. O menino, apesar de tão pequenino, também cai de joelhos. Mas, como pode ser isso?
Levantam o olhar para o céu e estão a dizer:
— “Bem-aventurado Aquele que mandará em todas as gerações”.
Diz a mulher ao Anjo:
— “Estou ao Vosso serviço, meu Senhor. Diz a Maria que não Se esqueça de nós, que estaremos sempre com Ela até à morte."
O Anjo diz-lhe:
— "Este Menino está muito pobre, nasceu num estábulo entre palhas".
Esta mulher vai a uma casa que parece um palácio. Pega em roupa e embrulha-a. Entre essa roupa há também roupa de bebé. Pega em dinheiro e põe-no entre a roupa e dá-a ao Anjo. Também há roupa de adulto. A mulher diz ao Anjo:
— "Entrega-o a Maria, para o Pequenino, para o Seu esposo e para Ela. É um tecido fino que o Rei dos Céus e da terra merece; não merece estar entre palhas".
Há outro Anjo. Esse Anjo atravessa um campo. Há muito gado, muitas ovelhas. Há muitos rapazes com peles sobre as costas. Aparece uma grande luz. Caem ao chão e gritam assustados:
— "Quem é? Quem vem aí?".
O Anjo diz-lhes:
— "Não tenhais medo. Sou o Anjo S. Gabriel. Venho anunciar-vos que nasceu o vosso Messias, que tanto esperáveis. Ide por este caminho e encontrareis num estábulo um Menino resplandecente. Aquele que virdes cheio de luz e entre palhas é Jesus. É Jesus, o Rei, o Salvador, o Rei, o Salvador, o Deus Omnipotente, o Filho de Deus Vivo. Ide adorá-l'O”.
Vão muitos dos que têm a pele sobre as costas. Levam varas e seguem por um caminho. Ah, quantos! Vão por outro caminho. Aparece uma grande luz. Essa luz é como uma flecha, que os guia até ao estábulo. Ajoelham-se e adoram o Menino.
Ah, como és grande! Voltam a cantar:
— "Glória a Deus no Céu, e ao homens, na terra, de boa vontade".
Ah, quantos Anjos! Ui, que coisas!
Ui! Noutra parte, há homens horríveis. Ui, que horror! Não se podem aproximar dali.
Aparece um Anjo e fogem. Esse é o da outra vez! Sim, é o demónio. Ui! Leva-os todos. Estão numa cova profunda. Fala Satanás, fala a todos dizendo:
— "Estai alerta, porque ainda não nasceu o Filho de Deus Vivo. Uma mulher deu à luz, mas não é a Mãe de Deus, porque nasceu num curral, entre palhas. E se Deus é Criador e rico, não vai permitir que o Seu Filho nasça num curral. Estai preparados, porque o tempo para que o Messias nasça já chegou. Falei com Herodes. Ai, que piada! E Herodes pensa que o Filho dessa donzela é mesmo o Messias. Mas o Messias não pode nascer no meio de toda aquela pobreza. É preciso continuar a procurar, a procurar em ricos palácios, porque o Rei do Céu nascerá num palácio. Estai preparados!".
Que horror. Põem-se todos em fila, saem dessa caverna e espalham-se por todo o lado. Ai, ai, que horror! Ai!...

Nossa Senhora:
Minha filha, adorai a Cristo. Adorai-O, porque adorando e meditando, e sendo humildes, Satanás não poderá aproximar-se.
Satanás não conseguia imaginar que Deus Redentor do mundo pudesse nascer numa cova. Foi tão grande a humildade dos Nossos Corações, que quisemos dar exemplo à Humanidade. Sim, Minha filha, por isso te peço que sejas humilde, muito humilde, pois com a humildade Lúcifer não poderá aproximar-se.
Minha filha, vistes a maiores maravilhas de Deus Criador.
Peço-vos, Meus filhos, que do mesmo modo que os Anjos foram levar a Boa-Nova do nascimento de Cristo, vós também vades anunciar o Evangelho por todos os lugares da terra.
Meus filhos, peço humildade, humildade; sede humildes, muito humildes.
Beija o chão, Minha filha, para que sejas humilde…
Com a humildade, Satanás não terá nenhum poder. Lúcifer tem poder sobre os soberbos, mas contra os humildes nada pode, Minha filha.
Meus filhos, não abandoneis a oração e o sacrifício.
E tu, Minha filha, refugia-te nos Nossos Corações. Refugia-te nesta Família. Esta Família é Sagrada…
Minha filha, pensa sempre na pobreza no presépio, e na humildade na Cruz.
Minha filha, vou revelar-te um segredo da tua infância. Só tu o poderás compreender.

Fala em idioma desconhecido.

Olha, Minha filha, como imitavas Jesus sem O conheceres, nascendo... já sabes; não te envergonhes.
Bem-aventurados os pobres, porque deles é o Reino dos Céus!
Minha filha, esta bênção também será especial. Abençoar-vos-ei a todos com uma bênção especial.
Abençoo-vos, Meus filhos, como o Pai vos abençoa por meio do Filho e com o Espírito Santo.
Adeus, Meus filhos, adeus.








Posição actual da Igreja sobre
as Aparições de Nossa Senhora em El Escorial

Para uma informação mais detalhada da posição actual a Igreja respeito das Aparições de Jesus e Nossa Senhora em El Escorial, a Luz Amparo Cuevas, ver a seguinte publicação neste mesmo blog:









SaveSave

sábado, 12 de diciembre de 2015

"Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Deus tudo dirige com mão firme." - Mensagem de Jesus, o Rei, à Anne, 17.Janeiro.2004

Revelações de Jesus e Nossa Senhora
a Anne, apóstola leiga
EUA, 2003-2004


Nihil Obstat e Imprimatur, a 12 de Novembro de 2013,
pelo Bispo de Kilmore, Leo O’Reilly





Mensagem de Jesus a 17 de Janeiro de 2004[i]

Jesus Cristo, o Rei:
“Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Deus tudo dirige com mão firme”.


«Os Meus irmãos e as Minhas irmãs devem ficar onde Eu os coloquei, com toda a calma e em atitude de total confiança. É através de vós que Eu regresso, pelo menos nesta fase inicial. Estais a ouvir as Minhas palavras, estais a fazer a experiência do Meu espírito dentro de vós, e estais a preparar-vos para ajudar o Céu. Isto é bom. Eu gostaria que fizésseis ainda outra coisa. Gostaria que começásseis a seguir-Me plenamente. Meus amados servos, Eu disse-vos que estou convosco. Eu disse-vos que nunca vos abandonarei. Se for mesmo acolhido por vós, Eu viverei dentro de vós. Mas também estou ao vosso lado. Eu estou em cada conversa quando alguém Me pede para participar. Quereis saber como Me agradar? Deixai que Eu fale através de vós. Deixai que Eu aja através de vós. Deixai que Eu ame através de vós. Reparastes nas mudanças que se produziram desde que começastes a seguir-Me com decisão. Reparastes que quando o mundo tenta afastar-vos da paz, Eu vos levo de volta à paz. Reparastes que é mais fácil amar aqueles que estão à vossa volta. Notastes mais paciência, mais alegria, e uma contemplação mais profunda do mundo da forma como Eu o vejo. Agora, pequeninas almas, quero que comeceis a praticar algo diferente. Quero que, com toda a calma e tranquilidade, Me façais estar presente em tudo o que fazeis, em tudo o que dizeis. Em cada momento de cada dia, compreendei que Eu, o Rei do Céu e da terra, estou a trabalhar por vosso intermédio. Reparais certamente que Eu uso muitas vezes a expressão «calma». Eu refiro-Me a calma e ao espírito da tranquilidade. Porque o faço? Porque, muitas vezes, os Meus filhos ficam excitados e isso não vem de Mim. Como ireis mudar por Eu trabalhar por vosso intermédio? Ficareis mais calmos, mais atentos; sorrireis mais e estareis menos carrancudos. Passareis por cima das faltas dos vossos irmãos e irmãs, tal como Eu faço convosco. Vou organizar as vossas prioridades para que as vossas prioridades sejam directamente influenciadas pelas Minhas prioridades. Minha alma bem amada, tenta por um momento imaginar um mundo cheio de almas como a tua. Isto vai acontecer. O Meu Pai quis que isto acontecesse e por isso vai acontecer, gradualmente ao princípio, e depois mais rapidamente. Tu, Minha alma que Eu tenho observado tão de perto, és parte deste processo. Tens um papel a desempenhar. Eu preciso de ti e tu és Minha. Não penses que te será difícil. Será a forma de estar mais natural, mais confortável e mais maravilhosa que alguma vez viveste. Os Meus verdadeiros discípulos, que adaptaram a sua vontade à Minha, já compreenderam este modo de estar e estão em paz. Tu também terás esta paz. Ficai agora na alegria, Meus queridos. Tudo está bem e Deus tudo dirige com mão firme».







Posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus a Anne

Cf. A primeira publicação das Mensagens de Jesus Cristo à Anne, aqui no “Apelos de Nossa Senhora”; depois da mensagem vem descrita a posição actual da Igreja sobre as revelações de Jesus, Nossa Senhora e os Santos, à Anne.









[i] Direction For Our Times, Volume 4 (Português), p. 27.